Nova descoberta: dizer asneiras diminui a dor

    Compartilhe
    avatar
    Almeida_7

    Número de Mensagens : 508
    Localização : Lisbon

    Nova descoberta: dizer asneiras diminui a dor

    Mensagem por Almeida_7 em Seg Jul 13, 2009 5:43 pm

    É isso mesmo. Falar palavrões bem alto e que toda a gente possa ouvir, diminui a sensação de dor física, segundo um novo estudo.
    O estudo foi feito pela Faculdade de Psicologia da Universidade de Keele, na Inglaterra, e foi publicada pela revista da especialidade NeuroReport.
    O estudo que foi liderado por um psicólogo, Richard Stephens, funcionava da seguinte forma.
    64 voluntários colocavam as mãos dentro de um balde cheio de água
    geladíssima, enquando diziam asneiras e palavrões por eles escolhidos.
    Outros 65 voluntários, metiam também as mãos na água gelada mas deveriam dizer uma palavra utilizada para descrever uma mesa.
    O resultado foi que os que diziam asneiras e palavrões, aguentavam a
    dor mais 40 segundos que os outros voluntários, em média. Além disso,
    enquanto diziam palavrões, também sentiram menos dor.
    Momento de dizer asneiras

    Durante o estudo, foi analisado também o batimento cardíaco. O que
    se concluiu é que os que diziam asneiras, tinham um batimento cardíaco
    mais acelerado. Acreditam agora os cientistas que é devido a esse
    aumento do ritmo de batimentos cardíacos, que isso aumenta a
    agressividade da pessoa e diminui a sensação de dor.
    O que ficou provado foi que dizer
    asneiras não provoca apenas uma resposta emocional, mas também uma
    resposta física. Por isso, quando tu entalas os dedos e dizes “Fogo”
    (ou algo pior) estás a aliviar a tua dor.
    Numa daquelas guerras a campo aberto durante a Idade Média, devia ser de tapar os ouvidos com tanta asneira que se devia ouvir.
    Segundo Stephens,
    “O hábito de se dizerem asneiras existe há séculos e é quase um fenómeno linguístico humano universal.”
    “Ela mexe com o centro emocional do cérebro e parece crescer do lado
    direito do cérebro, enquanto que a maior parte da produção linguística
    ocorre precisamente do outro lado, no lado esquerdo. A nossa pesquisa
    mostra uma razão potencial para o surgimento dos palavrões, e porque é
    que eles existem até hoje.”
    Segundo outro estudo, este da Universidade de Norwich, diz que o uso
    de palavrões no emprego ajuda a diminuir o stress. Também é
    interessante.

      Data/hora atual: Seg Dez 18, 2017 7:49 am